Saiba como lavar, guardar e conservar ternos e gravatas

Saiba como lavar, guardar e conservar ternos e gravatas

Antes de tratarmos especificamente de como lavar, guardar e conservar ternos e gravatas, vamos lembrar que todo tecido sofre agressões e desgastes no processo de limpeza, diminuindo assim sua vida útil. Portanto, peças mais finas e delicadas devem ser lavadas com muito cuidado e somente quando for essencialmente necessário.

Quando lavar o terno

Existem algumas alternativas que podem ser utilizadas para limpeza do terno, sem que este tenha que ser lavado. Vamos a elas?

  • Após o uso, deixe o terno tomar ar. Pendure-o fora do armário e deixe por algumas horas. Isso fará com que qualquer odor se dissipe

  • Pendure o terno no banheiro. O vapor do chuveiro limpa, desamassa e retira odores

  • Para retirar poeira ou alguma sujeirinha seca, você pode passar uma escova delicadamente

  • Evite usar o mesmo terno por dois dias seguidos porque isso faz com que a sujeira e o odor se acumulem

Quando lavar o terno for estritamente necessário, se possível, prefira lavar em lavanderias e no processo a seco. E atenção: o paletó e a calça sempre devem ser lavados ao mesmo tempo, para evitar que um desbote e o outro não.

Caso não possa mandar para a lavanderia, veja maneiras de lavar em casa, evitando que fiquem com rugas:

  • Nunca coloque o terno para lavar na máquina de lavar roupas. Deixe de molho por aproximadamente 40 minutos em água fria e sabão para roupas

  • Esfregue o colarinho somente com as mãos e passe sabão neutro embaixo dos braços

  • Depois enxague em água fria e limpa

  • Embole um pouco o terno para escorrer, sem torcer, e não coloque pendurado para escorrer. Pendure pelo lado avesso em um cabide

  • Depois que escorrer toda a água, seque à sombra.

Para passar o terno, coloque um paninho úmido entre o ferro e o tecido e passe pelo lado avesso. Se tiver, utilize o steamer (vaporizador de roupas), que facilita a retirada de vincos. Caso tenha receio de passar, procure por uma passadeira que tenha experiência.

Como guardar e conservar os ternos

Ternos de lã fina merecem cuidados especiais porque esse material sofre desgaste e envelhecimento mais rapidamente. Evite ficar lavando ou passando steamer muitas vezes. Isso pode danificar o terno.

O terno deve ser guardado no guarda-roupa, em um cabide especial para ternos e, se possível, com uma capa protetora. Lembre-se de colocar para tomar ar de vez em quando.

Traças são um inimigo mortal. Previna-se delas colocando, dentro do guarda-roupa, saquinhos de tecido com cravo-da-índia, lavanda, cedro ou até mesmo casca de laranja ou limão. Além do cheirinho agradável, vai manter as traças longe. Algumas pessoas utilizam naftalina, mas há quem considere o cheiro desagradável.

Gravatas também precisam de cuidados especiais para lavar e conservar

Feitas de tecidos finos, as gravatas necessitam de cuidados e atenção na hora da lavagem e conservação. Tudo para evitar deformações e desgastes.

Manchas de comida na gravata devem preferencialmente ser limpas na hora, com ajuda de um guardanapo e pano limpo com detergente e água. Para manchas de gordura, aplique uma fina camada de talco, que absorve a gordura e retira a mancha.

Para lavar as gravatas, utilize somente água e sabão neutro. Lave à mão com muita delicadeza, principalmente nos casos em que o tecido pode encolher ou deformar. Lembre que a lavagem a seco é sempre a melhor opção.

Seque as gravatas sempre na sombra, evitando o desgaste, manchas e deformações que o sol pode provocar.

Se houver necessidade de passar a gravata, utilize um tecido branco, limpo e que não solte fiapos para evitar o contato direto do ferro com o tecido da gravata. Utilizar o vapor do chuveiro para desamassar a gravata também é um método bem fácil.

Com atitudes simples e cuidado, seus ternos e gravatas poderão ser usados por muito tempo, estando sempre impecáveis.

Você tem outras dicas de limpeza e conservação de ternos e gravatas? Comente aqui.

Deixe um comentário:

Newsletter

Receba todas nossas novidades