Novas-tecnologias-para-mercado.jpg

Novas tecnologias no supermercado: o que já é tendência

Certamente você já ouviu por mais de uma vez a frase “o futuro é agora”, não é mesmo? Num mundo em que novas tecnologias são desenvolvidas com uma rapidez nunca vista antes, essa frase faz cada vez mais sentido. Vale para todas as esferas da vida, e principalmente para o varejo e os supermercados, pois o consumo tem sido uma das áreas mais afetadas e modificadas pelas mudanças tecnológicas.

Por essa razão, administrar o seu supermercado acompanhando o ritmo das novas tecnologias é mais que imperativo; é uma questão de sobrevivência do seu negócio. Do ponto de vista da gestão, ferramentas inovadoras podem colocar seu mercado à frente da concorrência, otimizando processos e eliminando custos.

Do ponto de vista do consumidor, o uso de novas tecnologias pode atrair novos consumidores, encantar os já existentes e oferecer experiências de compra que vão garantir fidelidade do público e dar destaque ao seu supermercado.

Mais que isso, as gerações Y e Z, as mais conectadas e tecnológicas da história, já se tornaram consumidoras e nada melhor do que inovação para ganhar a atenção desse público que será a grande população consumidora nas próximas décadas.

Portanto, não espere o futuro chegar. Um supermercado ao estilo dos Jetsons não é mais uma ficção; ele já é possível hoje e aqueles que estão tirando partido dessa realidade estão se destacando.

Deixe o trabalho com os robôs

É do mundo dos Jetsons que estamos falando, certo? Pois então não poderiam faltar os robôs. De acordo com a McKinsey & Company, uma das mais respeitadas consultorias empresariais do mundo, uma das novas tecnologias mais promissoras no varejo é o uso de robôs.

É possível, por exemplo, usá-los para realizar o trabalho de reposição nas gôndolas e para limpeza da loja – um recurso colocado em prática pelo Amazon Go, considerado o supermercado do futuro, com uma loja em funcionamento em Seattle, nos Estados Unidos.

Ainda segundo a McKinsey & Company, a inteligência artificial pode ser usada também em tarefas administrativas repetitivas, principalmente as de cunho financeiro, em que possível economizar de 30% a 60% do tempo.

Os robôs também podem ser usados em pontos de venda, atuando como atendentes capazes de apresentar e recomendar produtos.

Incorpore o big data ao seu vocabulário

Um grande e volumoso conjunto de dados cuja análise e interpretação pode fornecer informações valiosas para tomada de decisões estratégicas. Qualquer negócio hoje, não importa o segmento, precisa coletar dados do seu público consumidor para traçar metas e obter os resultados desejados.

Um dos principais braços da nova tecnologia é o chamado big data. Um exemplo inovador disso, aplicado aos supermercados vem da startup Farmstead, em San Francisco, nos Estados Unidos.

A empresa desenvolveu um sistema capaz de identificar quais produtos devem ser estocados e em quais quantidades analisando os dados de compras de clientes. Com isso, é possível diminuir os produtos parados no estoque e o desperdício.

O sistema também identifica quais os produtos mais e menos procurados, a fim de que a oferta de produtos foque apenas naquilo que os consumidores desejam comprar.

Simplifique e otimize a experiência dos seus clientes

Não é possível falar no uso de novas tecnologias nos supermercados sem falar de sua aplicação na experiência de compra das pessoas. Afinal, sua estratégia de gestão deve sempre buscar soluções que melhorem a vida do seu cliente.

O Amazon Go, citado no primeiro tópico deste texto, é o exemplo da vez nesse sentido. Por meio de um aplicativo e um sistema de leitura de códigos que faz o débito do pagamento, o produto sai direto da gôndola para a sacola do cliente, sem necessidade alguma de filas, dinheiro, cartão e tempo de espera.

A simplificação pode vir de outras formas também. Alguns supermercados nos Estados Unidos permitem que os clientes comprem tudo no site e apenas tenham que ir ao supermercado para coletar as compras, já devidamente embaladas.

Métodos de pagamento que vão além do dinheiro e cartão também já são uma realidade, sendo o uso de smartphones e pulseiras inteligentes algumas das novas possibilidades.

Mas… nem tudo se resume às novas tecnologias

Não há como conduzir um negócio hoje sem lançar mão de novas tecnologias, mas ao mesmo tempo a inovação não reside apenas nesses recursos. A consultoria europeia Retail Detail, especializada em varejo, listou algumas das principais tendências para o setor em 2018 e muitas delas focam em inovações “analógicas”:

  • Foco no estilo de vida: será cada vez mais importante oferecer produtos saudáveis, orgânicos, vegetarianos, veganos e aqueles adaptados para as diferentes restrições alimentares, pois saúde é cada vez mais uma preocupação das pessoas
  • Varejistas locais ganham mais peso: na busca por experiências e produtos mais autênticos, os consumidores tendem a valorizar estabelecimentos e produtos com pegada local, pois têm um caráter único
  • Marcas próprias ganham uma linha premium: supermercados que já investem em produtos próprios devem agora criar uma linha premium para oferecer aos seus clientes produtos de alta qualidade a preços mais acessíveis e, com isso, trabalhar melhor sua marca

Matenha o foco nos resultados do seu negócio com essas dicas de inovação para o seu supermercado.

Deixe um comentário:

Newsletter

Receba todas nossas novidades