prateleiras

Saiba como organizar as prateleiras do seu mercado

Organizar as prateleiras de pequenos mercados pode ser uma atividade extremamente desafiadora para novos empreendedores que não contam com o auxílio de profissionais como o designer de ambientes e especialistas em marketing. Mas, seguindo algumas regras básicas de setorização de produtos, essa tarefa pode ficar mais tranquila e ser realizada de forma mais adequada. Veja a seguir algumas informações preciosas a esse respeito! 

Setorização por bloco de produtos

Este tipo de organização distribui os produtos de forma vertical ou horizontal na gôndola. Com o tipo vertical, os produtos estão presentes em todos os níveis de acesso para o cliente. A vantagem é que clientes de todas as estaturas conseguem ter acesso ao produto (inclusive crianças e cadeirantes), além de criar uma unidade visual por cores (pacotes com cores iguais estão juntos verticalmente), o que é mais agradável para o cliente visualizar.

O tipo horizontal também gera unidade visual por cores, mas estabelece níveis diferentes de acesso aos produtos, impedindo, por exemplo, que pessoas baixas tenham acesso a produtos que estão expostos apenas nas prateleiras altas. 

Setorização por níveis de acesso

Este tipo de organização leva em consideração os produtos de maior retorno financeiro, os mais pesados e os mais procurados. Pode-se dividir as gôndolas em cinco níveis, sendo eles: acima da cabeça, na altura dos olhos, linha da cintura, abaixo da linha da cintura e no chão.

Os produtos colocados na linha acima da cabeça devem ser aqueles menos procurados pois essa é a região para onde os clientes menos olham. É o nível mais barato dentre os cinco níveis.

Os produtos colocados na altura dos olhos ocupam a posição mais nobre da estante, pois é para onde os clientes mais olham e mais consomem por impulso. É interessante que os produtos mais caros ocupem essa posição pois irão gerar uma maior margem de lucro.

Os produtos colocados na linha da cintura ocupam a segunda melhor posição da gôndola e começam a ser de fácil acesso para o público infantil. Posicione produtos de grande demanda nessa região e no setor de doces e salgadinhos pense no que seria mais vantajoso economicamente para o consumo das crianças (geralmente crianças pegam produtos só pelo fácil acesso e os pais acabam comprando).

Os produtos colocados abaixo da linha da cintura devem ser aqueles mais baratos e de grande procura, pois como a demanda é alta, dificilmente o consumidor vai deixar de nota-lo.

Os produtos colocados no chão devem ser os mais pesados para evitar acidentes com os clientes e com os funcionários que repõem os produtos nas prateleiras

Setorização aleatória

Esse é o pior tipo de setorização, pois causa a queda das vendas devido à poluição visual gerada e à dificuldade maior para encontrar determinados produtos. Demonstra também que o mercado não tem um plano estratégico de distribuição dos produtos, pois itens que geram maior lucratividade precisam necessariamente ocupar posições melhores.

A ponta das gôndolas

Ocupar a ponta das gôndolas, que geralmente estão em corredores de grande circulação e fácil visualização, é o sonho de qualquer fornecedor. Esta região do mercado deve ser ocupada por produtos especiais que estão em promoção, lançamentos ou que simplesmente pagaram mais caro para ocupar essa posição. Essa área é muito caracterizada por ações de marketing, como degustação de produtos novos.

Explore as datas comemorativas

Ao setorizar o mercado é muito importante levar em consideração as datas comemorativas como a Páscoa, festa junina, dia das mães, natal, dentre outras. Criar áreas decoradas com o tema relativo à data comemorativa pode gerar um excelente retorno financeiro, pois, além que reunir todos os produtos de interesse em uma única região, gera senso de urgência no cliente, que muitas vezes lembra da necessidade da compra.

Convide o seu cliente a circular pelo seu mercado com uma boa área de circulação e uma setorização planejada estrategicamente de acordo com as necessidades do seu negócio. O cliente agradece e o seu empreendimento também.

A organização dos produtos nas prateleiras influencia diretamente no resultado das vendas, mas não é o único fator. Saiba como as cores influenciam nas vendas do seu mercado.

Deixe um comentário:

Newsletter

Receba todas nossas novidades